SLIDER

Tema do mês: Belas letras

Eu estava com bastante saudade de escrever esse quadro que tanto amo, isso mesmo, o Tema do mês. Para quem não lembra, ou nem ao menos conhece, ele reúne de quatro a três postagens com conteúdo referente à escolha do mês.

Em junho, e julho, resolvi fazer um pouco diferente e defini uma meta literária com os livros da Belas Letras, que é parceira aqui do blog. Até o momento eu já recebi os livros "Morando sozinha", "O papai é pop", que foram as minhas escolhas, "Mãe sem manual" e "Vai lá e faz" que são os últimos lançamentos da editora.


Mãe sem manual
A gravidez é sinônimo de alegria e bem-aventurança instantâneas, está escrito na página zero do manual das mães das novelas, filmes e contos de fada. Você vai reluzir, cintilar, sentir-se plena e absoluta desde o momento em que descobriu que vai colocar uma criança nesse mundo. Mas pode não ser bem assim. Como estamos entre amigas, vamos falar a verdade aqui. Este é um antimanual: foi criado para mostrar que nem sempre há certo ou errado quando o assunto é maternidade. Para desconstruir (e rir) dos mitos que às vezes nos fazem sentir inseguras, culpadas ou nos fazem perder muitas noites de sono à toa. Este livro é um abraço apertado em cada mãe que às vezes erra, sempre querendo acertar, e às vezes acerta, tendo certeza de que, no fundo, está errando.


Vai lá e faz
O mundo está cheio de histórias de empreendedores que começaram do nada. Tiago Mattos, um dos maiores futuristas brasileiros, formado pela Singularity – a universidade erguida no Vale do Silício pelo Google em parceria com a Nasa – vai te mostrar neste livro que, sim, você pode criar uma empresa bem-sucedida do zero se tiver o mindset certo e entender como o mundo está mudando. Porque nunca foi tão fácil fazer. Nunca foi tão fácil fazer um livro, uma música, um filme, uma reunião dos colegas do ensino médio, uma passeata, um partido político, uma casa, um carro, uma declaração de amor, uma viagem ao redor do mundo. Nunca foi tão fácil fazer uma empresa. Nunca foi tão fácil entender que ninguém fará o mundo que você quer por você. Só você.


Morando sozinha
"No dia em que eu saí de casa o meu pai me disse: 'Filha, você tem dinheiro?’”. Morar sozinha pode ser incrível. Mas para ter uma vida independente é preciso se planejar também. Em Morando Sozinha, a blogueira Fran Guarnieri ensina o passo a passo para ser feliz e não depender mais de ninguém, contando suas histórias engraçadas e inusitadas desde que decidiu sair de casa, aos dezoito anos. Saiba aqui como desde escolher o melhor lugar para morar até a como resolver problemas do cotidiano. Trocar o botijão de gás a cada século ou ir à padaria para comprar só um pãozinho pode ser divertido e inesquecível!


O papai é pop
Então, você vai ser pai. Você sabe que precisa comprar uma casa maior. Tem que ter mais espaço pra criança. Tem que ter mais um quarto no apartamento. Tem que ter um berço novo, não pode ser aquele que a vizinha se dispôs a emprestar. Então você sabe que tem que trocar de carro, com seis airbags, no mínimo, ar-condicionado de fábrica. O que o humorista Marcos Piangers descobriu ao ser pai jovem é que essas preocupações não fazem diferença nenhuma. O que vale mesmo não é pagar pela melhor creche, se você é o último a buscar seus filhos. Não é comprar os melhores brinquedos, porque as crianças gostam mesmo é das brincadeiras que não custam nada. No fundo, o que importa mesmo, como os textos divertidos e emocionantes de Papai é Pop mostram, é você estar com seus filhos, não pensando em outra coisa, mas estar lá. De verdade.

Em breve sai resenha da obra "Mãe sem manual". Todos os livros parecem ser ótimas leituras e estou bem ansiosa para conhecer mais sobre eles. Gostaram do tema deste mês?
Tecnologia do Blogger.
© Luna literária • Theme by Maira G.