13.8.17

Perfeitos, de Scott Westerfeld

Júlia Raquel
A série Feios aborda um novo mundo. Possui um cenário totalmente futurista, com novas tecnologias e suas consequências. Com uma história repleta de aventuras e reviravoltas, é difícil deixar as páginas de lado. Quando você percebe, está torcendo pelos personagens. No segundo volume, Perfeitos, a leitura se arrastou mais que no anterior, porém possui um final avassalador.

Título: Perfeitos
Autor: Scott Westerfeld
Gênero: Distopia
Páginas: 384
Editora: Galera Record
Avaliação: 

Tally finalmente realizou o seu sonho da adolescência. Agora, ela é perfeita. Seu rosto está lindo, as roupas são maravilhosas e caem em suas curvas, além disso, há festas que nunca terminam, luxo e muito tecnologia. Tally é extremamente popular em Nova Perfeição. Porém, por trás de toda essa diversão, está a verdade. Uma incômoda sensação de que algo importante está totalmente errado não a deixa.

As lembranças sobre os rebeldes estão no passado, cada vez mais incoerentes. Então, a jovem recebe uma mensagem que a faz lembrar-se de tudo. O verdadeiro problema em sua vida perfeita.

Junto com a garota está Zane, um dos poucos perfeitos que desconfia que haja algo errado em toda essa perfeição. Os dois se unem em uma tentativa de recordar o que realmente eram antes da cirurgia e o que mudou após. Afinal, não foi apenas a estética, mas também a personalidade.

Agora, ambos precisarão esquecer o que sabem ou lutar para sobreviver, pois o governo não deixará que este segredo seja revelado.

Preciso dizer que o livro possui um começo lento. Tally como perfeita é fútil, irritante e cansativa. Também demorei em gostar de Zane, achei o mistério por trás dele, inicialmente, meio desnecessário. Mas, após alguns capítulos, a história volta aos trilhos e tudo começa a correr bem.

Com uma narrativa extremamente empolgante e ao contrário do seu antecessor, nada previsível, o autor soube mesclar aventura, emoção, amor e descobertas. É maravilhoso acompanhar os personagens descobrindo, novamente, todos os segredos e muitos outros. Há também diversas novidades no enredo e personagens marcando mais presença.


O final é repleto de ganchos para o terceiro volume, este que ainda não li. Perfeitos no geral não foi uma leitura ruim, mas também não me surpreendeu muito. Recomendo a leitura para quem gostou do livro anterior, ficou curioso ou até mesmo para aqueles que possuem curiosidade. Afinal, a história melhora.

Clique aqui para ler a resenha do primeiro livro da série, Feios.
Continue Lendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luna Literária • 2017 Ilustração: Matheus Izaldo | Feito com amor por: Lariz Santana