30.10.17

A garota do calendário: fevereiro, de Audrey Carlan

Júlia Raquel
Após viver uma paixão com o roteirista Wes, chegou o momento de ir até o próximo cliente. Em fevereiro Mia vai até Seatle pousar para um artista francês.

A garota do calendário: fevereiro | Audrey Carlan | 135 páginas | Gênero romance adulto +18 | Editora Verus | Avaliação: 

*Lido em E-book, através do Kindle Unlimited

Alec Dubois será responsável por fotografar e transmitir toda a essência de sua musa para as telas. Mas, será que a personagem está preparada para ficar nua na frente de completos estranhos e ainda aturar as peculiaridades do pintor?

Logo de cara é notável a faísca entre ambos... Mas, pera ai, onde fica Wes nesta história? Talvez, no passado. De fato a garota não esperava se envolver tão rápido com o artista, porém a atração é mútua e ela resolve se entregar, curtir o mês ao lado do homem e guardar o cliente anterior em uma caixinha.

Mia encontrou em Alec lições valiosíssimas sobre o amor e descobriu questões importantes para a vida. O pintor ensinou a jovem a gostar de si mesma e mostrou que não é preciso estar junto do outro para amar.

Agora, a opinião geral sobre este volume: tanto faz como tanto fez. Mesmo o final bacana não foi o suficiente para salvar toda a história. Alec é o personagem mais insuportável do último século e eu não consegui sentir o romance entre o casal.

Mia também não facilitou, pois fez todo um aue quando descobriu que Wes e o francês pagaram o 20% a mais por seus serviços, que é depositado quando há relações sexuais entre contratante e cliente. Segundo a jovem, ela transou porque quis e não pelo dinheiro, afinal, não é prostituta. Mas, pera ai, porque todo esse drama? Afinal, no livro anterior, lá em Janeiro, ficou claro que se houvessem relações do tipo, a taxa deveria ser paga. Isso está no contrato! Alerta de drama desnecessário.

A escrita da Audrey Carlan continua boa, tão boa que este é o ponto positivo de todo o livro. Inclusive, aplaudindo a escolha de ter feito um livro com apenas 135 páginas, pois eu realmente não sei se aguentaria mais de Alec.

Mesmo tendo desgostado de Fevereiro, continuei firme e forte. Avante para o próximo mês!


Ficou curioso? Para ler a resenha de Janeiro clique aqui.
Continue Lendo
Luna Literária • 2017 Feito com amor por: Lariz Santana