13.12.17

Três coroas negras, de Kendare Blake

Júlia Raquel
Três coroas negras | Kendare Blake | Fantasia | 304 páginas | Editora Globo Alt | Avaliação: ❤❤❤❤❤

Três rainhas, mas apenas um trono a ser governado. Um fardo adquirido no nascimento. Um poder incontrolável. A envenenadora, a naturalista e a elemental. As trigêmeas nascidas rainhas foram separadas ainda quando crianças e ensinadas a controlar o poder e lutar pelo trono de direito. A tradição dita que as irmãs precisam lutar até a morte e apenas a mais forte sobreviverá. Mas, o que fazer quando apenas uma das três tem o poder aflorado?

Katharine é a envenenadora, capaz de manipular os venenos mais mortais. Uma picada de cobra, ou até mesmo comida envenenada são uma prato cheio para ela. Ou, deveriam ser. A garota está no auge dos 16 anos, o início dos duelos vai começar e até agora o poder não aflorou. Seria esse o fim da linha para a rainha?

Arsinoe tem a capacidade de florescer a rosa mais perfeita ou controlar o mais feroz leão. Ela é uma naturalista. Mas, não basta ter nascido na família real, é preciso ser forte e novamente, parece que mais uma irmã veio sem a dádiva dos poderes. Como enganar o povo, as próprias irmãs e esconder a fraqueza de seu poder?

Boatos percorrem as terras de como Mirabella é a mais forte entre as rainhas. Nunca se viu uma elementar capaz de produzir chamas e controlar tempestades como ela faz. Tudo indica que finalmente o reinado das envenenadoras irá terminar. Mas, será mesmo que a jovem não possui nenhum ponto fraco? Será ela a escolhida ou a amaldiçoada?

O livro é narrado em terceira pessoa e os capítulos divididos entre as três protagonistas. Assim, podemos ver mais sobre as dificuldades e verdades de cada uma. A escrita da Kendare Blake é muito boa e eu não senti a dificuldade que algumas pessoas enfrentaram nas primeiras páginas. A leitura fluiu de maneira perfeita desde o início.


Uma obra repleta de intrigas políticas, traição, amizade, reviravoltas, poder e romance. As reviravoltas são gigantes e a minha boca ficou aberta por um bom tempo após finalizar a leitura, Que livrão da porr*. Tragam o próximo volume, por favor!

E ai, ficou curioso com a leitura?
Continue Lendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luna Literária • 2017 Ilustração: Matheus Izaldo | Feito com amor por: Lariz Santana