14.2.18

5 motivos para assistir: The good doctor

Júlia Raquel
Ano passado eu comecei a me aventurar novamente pelo mundo das séries e entre tantas descobertas estava The good doctor. Criada por David Shore, de House, a fantástica produção vai abordar o dia a dia do jovem cirurgião Shaun Murphy, interpretado por Freddie Highmore de Bates Motel,  que sofre de autismo e síndrome de Savant. Mesmo provando diariamente a própria capacidade para estar ali atuando, ele também precisa enfrentar desafios e preconceitos. Confira mais cinco motivos para assistir o seriado.

Motivo um Freddie Highmore mais uma vez mostra para o que veio. Assim como no papel de Norman, em Bates Motel, o ator mostra a capacidade de mergulhar de cabeça em uma atuação complexa. O sofrimento, a dificuldade e até mesmo o gostinho da descoberta são visíveis em todas as expressões corporais e visuais do profissional. A interpretação perfeita de Highmore é de emocionar.

Motivo dois a abordagem do autismo é explorada da maneira correta, com respeito e mostra como o personagem aos poucos vai evoluindo os relacionamento com os colegas e pacientes. Os produtores estão acertando em cheio, pois profissionais da área e até a crítica já elogiaram este ponto.

Motivo três seria impossível não citar isso, mas The good doctor é do mesmo criador da já aclamada série médica House. Unindo isso a uma equipe maravilhosa de atores, já sabemos que uma ótima produção seria feita.

Motivo quatro a série não aborda apenas o autismo. Há diversos arcos espalhados pela trama, pois todos os personagens possuem suas próprias histórias e problemas. Ou seja, a produção não depende unicamente de Shaun Murphy.

Motivo cinco somos expostos a todos os pensamentos do personagem principal. Não é confuso ou estranho como ele chega as respostas, pois é possível acompanhar cada linha que o levou até lá por meio de ilustrações e gráficos em movimento. 

The good doctor faz o telespectador rir, chorar, aprender mais sobre questões médicas e a ter esperança. A série possui um ótimo equilíbrio, tornando possível agradar diversos gostos. Recomendada!
Continue Lendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luna Literária • 2017 Ilustração: Matheus Izaldo | Feito com amor por: Lariz Santana