2.2.18

O que eu vou ler em Fevereiro?

Júlia Raquel


Oi, oi, oi pessoa! Como você está nessa quase sexta-feira? Hoje eu venho mostrar os livros que pretendo ler em fevereiro.

Não me lembro de já ter compartilhado essa info, mas um dos meus objetivos neste ano é não pilhar com metas e escolher poucas obras por mês. Além disso, a única regra desse planejamento é ler ao menos dois e-books mensalmente. Afinal, tenho vários e ainda sou assinante do Kindle Unlimited, preciso aproveitar! Agora, sem mais delongas, confira os escolhidos.

Doce loucura do primeiro amor, de Fernanda Regina: Primeiro amor. Corações palpitando, vontade de dormir logo para ver a pessoa novamente na manhã seguinte, sorrisos bobos ao citar o nome do amado, a clichê sensação de borboletas no estômago... Tudo isso Melina sentiu por Eduardo, o primeiro que a fez suspirar de amores e a acreditar piamente que só se pode amar de verdade uma pessoa na vida. Porém, reviravoltas do destino a fazem cair nos braços de Danilo, que a leva a questionar sua própria teoria, pois seu coração também acelera por ele. Danilo e Melina formam o casal perfeito aos olhos de todos. Entretanto, as lembranças do amor juvenil sempre a invadem.

A confusão de seus sentimentos, as cicatrizes deixadas e a grande comparação entre amor e paixão deixarão Melina ter uma vida plena e feliz ao lado do homem que sempre esteve ao seu lado? Doce Loucura do Primeiro Amor volta ao passado e conta a história de amor de Melina, Eduardo e Danilo, acompanhados de pequenas crônicas e muito romance.



Entre as estrelas, de Katie Khan: Num futuro não muito distante, após a aniquilação dos Estados Unidos e do Oriente Médio, a Europa nada mais é que uma utopia na qual, a cada três anos, a população se muda para uma nova comunidade multicultural. Em um desses paraísos, Max conhece Carys, e é amor à primeira vista. Ele logo percebe que Carys é a pessoa com quem deseja passar o resto da vida - uma decisão impossível nesse novo mundo.

Conforme o relacionamento dos dois se desenvolve, a conexão entre o tempo deles na Terra e o dilema atual no espaço vai sendo revelado. À deriva entre as estrelas, com apenas noventa minutos de oxigênio, eles concluem que só um deles tem a chance de sobreviver. Mas quem?




Uma janela na praia, de Elaine Samuel: Segura de si e confiante, com pleno controle de tudo o que acontece em sua vida, Carolina acha que meninos mais novos são, certamente, uma perda de tempo. Tudo muda quando um desafio entre meninas toma proporções muito maiores do que o imaginado e Carolina percebe que acabou caindo em sua própria armadilha. Rafa, um menino mais novo, chega como quem não quer nada e acaba ocupando muito mais espaço do que deveria, obrigando Carolina a lidar com sentimentos e situações que nunca havia enfrentado. “Colocar os pés pelas mãos é, certamente, o que vou fazer!”

Um romance cheio de conflitos, emoções e confusões, “Uma Janela na Praia”, escrito sob a ótica da jovem Carolina, descreve, de forma bem humorada, o desabrochar de sua juventude e seus erros e acertos aprendendo a enfrentar a vida e o amor. Mais do que tudo, “Uma Janela na Praia” mostra que a vida é feita para ser vivida e que, quando uma porta se fecha, outra se abre em algum lugar.



Antes que eu vá, de Lauren Oliver: Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta — da melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento.

Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha desvenda o mistério que envolve sua morte — descobrindo, enfim, o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder.

Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente.

O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as conseqüências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.



Seduzida até domingo, de Catherine Bybee: Meg Rosenthal: administradora de agência de casamentos e realista nas horas vagas, Meg não é mulher de se deixar seduzir por um empresário bonitão em um terno feito sob medida. Ela viajou ao exclusivo resort em uma ilha particular com o objetivo de avaliar o potencial do lugar para os clientes da agência, não a fim de se envolver com o dono do hotel. Mas há algo no fascinante italiano que é difícil de resistir, mesmo para uma mulher que se recusa a se apaixonar. Valentino Masini: o lindo e bem-sucedido homem de negócios está acostumado a ter as melhores coisas da vida. No entanto, ele nunca quis nada como quer Meg, a mulher que está criando uma tormenta em seu coração. Quando ele finalmente decide convencê-la a ficar, uma pessoa misteriosa resolve que talvez seja a hora de tirar Meg da ilha... para sempre.




O papai é pop 2, de Marcos Piangers: O papai é pop está de volta! Marcos Piangers vai colocar você no banco de trás do carro, ao lado das filhas Anita e Aurora, para contar novas histórias - algumas comoventes, algumas divertidas e outras talvez um pouco nojentas - sobre essa coisa absolutamente comum e extraordinária que é ser pai.

Um sentimento que não se pode explicar, não se pode entender. Só se pode viver. Porque você não vai ter um filho para obter vantagens, descontos, deduções do imposto de renda ou balões de graça sempre que for ao shopping. Um filho vai esgotar suas economias e minguar suas noites de sono. Vai sujar suas camisas novas e desenhar em suas paredes. Você vai ter um filho, na verdade, por um único motivo: para aprender a amar outra pessoa mais do que a você mesmo.



A última estrela, de Rick Yancey: O inimigo são os Outros. O inimigo somos nós mesmos. Eles vieram até nós porque querem a Terra. Vieram para acabar conosco. Vieram para nos salvar. Eles não inventaram a morte, mas a aperfeiçoaram. Deram um rosto a ela, porque sabiam que era a única maneira de nos exterminar. Por quê? Quem são eles realmente? O que querem de verdade?

Atrás de tantas perguntas e enigmas, há uma verdade: Cassie foi traída. Zumbi, Especialista, Nugget também. E todos os 7,5 bilhões de habitantes da Terra. Traídos pelos Outros, traídos por si mesmos. E tudo terminará onde começou no campo de batalha que é o coração humano. Nos últimos dias da Terra, os sobreviventes precisarão decidir o que é mais importante: salvar a si mesmos ou salvar o que nos torna humanos.



1943, de Luciana Klanovicz: 1943 é um romance de época que narra a trajetória de Maria, uma brasileira, filha de diplomatas, que se vê enredada numa trama de amor, espionagem, romance e desventuras no meio da França ocupada pelos nazistas. Maria tornou-se cantora em um bar, uma das poucas alternativas para permanecer viva em meio ao conflito mundial, onde conhece um matemático inglês, Phillip, sem saber que ele era espião. O relacionamento de ambos é vigiado pela inteligência nazista e, em meio a uma invasão alemã ao bar, Phillip foge enquanto Maria torna-se prisioneira de guerra, transferida para o sul da Alemanha. A beleza, a voz e a força de Maria são motivos para que um oficial do exército nazista apaixone-se profundamente por ela, entrando em conflito com sua ideologia. A partir daí a história é repleta de reviravoltas, enquanto Maria tenta sobreviver a uma guerra que parece não ter fim.

Se eu conseguir finalizar essa lista, e tiver vontade de ler mais, acrescentarei outros. Só o tempo vai saber 🤷. Mas, agora quero saber de você, quais livros pretende ler em fevereiro? Dessa minha lista, conhece ou já leu algum? 😊

Continue Lendo

Um comentário:

  1. Oii!
    Parecem ótimas leituras ♥ A capa de Entre as estrelas é linda demais! Quero ler ♥

    Beijão!
    https://blogperdidanasnuvens.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Luna Literária • 2017 Feito com amor por: Lariz Santana