23.9.18

Sob a luz da escuridão, de Ana Beatriz Brandão

Júlia Raquel
Foto: Luna literária

Sob a luz da escuridão
ANA BEATRIZ BRANDÃO
336 páginas
Fantasia
Verus
Onde comprar: Amazon
Avaliação: 3🌟’s

Guerras e destruição, causadas pela ganância de um homem, quase levaram a raça humana à extinção. Com a radiação das bombas nucleares, o DNA humano sofreu mutações e uma nova espécie surgiu: os metacromos, seres especiais, com poderes extraordinários. Em meio ao caos de um mundo pós-apocalíptico, Lollipop e Jazz são resgatadas do instituto onde eram mantidas prisioneiras. Com as memórias apagadas, elas não sabem por que estavam ali nem quem as libertou.

E, enquanto buscam respostas sobre suas origens, só lhes resta lutar pela sobrevivência. Evan, um vampiro milenar, lidera com mãos de ferro uma das mais poderosas áreas do planeta. Mas quando, por obra do destino, ele reencontra a mulher que pensou estar morta há décadas, tudo desmorona e ele é obrigado a enfrentar o passado.


Ana Beatriz Brandão apresenta um mundo totalmente novo ao leitor em Sob a Luz da Escuridão. A raça humana não é mais a mesma, novas espécies foram criadas e agora é cada um por si. Uma história eletrizante, cheia de ação, tensão e romance, que vai provocar fortes emoções no leitor. Prepare-se e escolha seu lado nessa guerra: você é um metacromo ou um Deles?


A sociedade já não é mais a mesma. Diversas guerras acabaram com o mundo que conhecemos e muita coisa mudou, inclusive os humanos. Novas raças foram geradas graças ao contato com a radiação e agora os metacromos dividem os espaços com a raça humana. É nesta realidade que Lollipop e Jazz vivem.

As garotas não possuem lembrança alguma sobre os últimos anos, sabem apenas que foram resgatadas de um Instituto responsável por explorar metacromos. Agora, sozinhas e sem um tutor, ambas precisam aprender em quem confiar se quiserem sobreviver. É quando conhecem Evan, um vampiro milenar e misterioso responsável por liderar uma das maiores comunidades resistente no atual mundo, que pode ter mais respostas do que elas imaginam sobre o passado.






“Os covardes morrem várias vezes antes da morte, mas o corajoso experimenta a morte apenas uma vez”.

A narrativa da obra é leve, divertida e mesmo se tratando de uma fantasia com um quê de apocalipse e seres místicos, o foco principal do enredo são os protagonistas e todo o desenvolvimento em torno deles. É nítido como os personagens vão amadurecendo algumas ideias e atitudes ao longo dos capítulos. Além disso, temos ai amizades e romances que farão o leitor torcer e em outros momentos bufar em alguns capítulos.

Já a escrita da autora é muito fácil e leve, ou seja, a leitura fluiu rapidamente. Confesso que achei um acontecimento final um tanto quanto previsível, pois já matei a charada ainda no início, mas não tornou o livro ruim. Indico a obra para aqueles que estão a procura de algo mais simples, não muito complexo, ou querendo conhecer mais o gênero de fantasia.

E ai, você ficou curioso com essa estória? Quem já leu, gostou desse enredo? Beijos e até o próximo post!
Continue Lendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luna Literária • 2017 Feito com amor por: Lariz Santana