3.1.19

Frases e trechos: Todo dia

Júlia Raquel
Foto: Luna literária

Todo dia

DAVID LEVITHAN
280 páginas
Romance
Galera Record
Onde comprar: Amazon


Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrarem a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

Oi gente, tudo bem com vocês? Para o post de hoje resolvi reunir alguns dos trechos favoritos de uma leitura não tão favorita (hahahah) que é “Todo dia” do David Levithan. Já tem resenha da obra aqui no Luna e você pode ler acessando a #davidlevithanlunalit. Confira os trechos:

“Sou um andarilho e, por mais solitário que isso possa ser, também é uma tremenda libertação”.

“Tem tantas coisas que podem manter você em um relacionamento. Medo de ficar sozinho. Medo de bagunçar a ordem da sua vida. A decisão de se acomodar com algo que é razoável porque não sabe se pode arrumar coisa melhor. Ou, talvez, a crença irracional de que vai ficar melhor, mesmo que você saiba que ele não vai mudar”.

“Apaixonar-se por alguém não significa que você saiba como a pessoa se sente. Significa apenas que você sabe como você se sente”.

“A incapacidade de perceber que, não importa qual seja nossa religião, sexo, raça ou localização geográfica, todos nós temos cerca de 98 por cento em comum com todos os outros”.

“Eu não podia nadar contra a maré, por isso decidi nadar COM ela”.

“Nunca me apaixonei por um gênero. Apaixonei-me por indivíduos. Sei que é difícil as pessoas fazerem isso, mas não entendo por que é tão complicado, quando é tão óbvio”.

“Penso em como as pessoas usam o diabo para dar nome às coisas que temem. A causa e o efeito estão invertidos. O diabo não obriga ninguém a fazer coisas. As pessoas é que fazem as coisas e culpam o diabo por isso”.

“Queria que o amor conquistasse tudo. Mas o amor não conquista tudo. Ele depende de nós para conquistar em seu nome”.

E ai, você ficou curioso com a leitura? Quem já leu esse livro, qual a sua opinião sobre? Beijos e até o próximo post!
Continue Lendo

4 comentários:

  1. Que belas frases, amei. Fiquei até curiosa pra ler o livro :)

    https://www.submersaempalavras.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monyque, tudo bem? Muito obrigada pelo feedback, é muito importante para o blog. Espero que você leia e adore a história.

      Beijos!

      Excluir
  2. Adorei as frases que você escolheu.
    Minha experiência com esse livro foi muito boa <3
    Beijos,
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carolina, tudo bem? Adorei saber que você gostou do post e também dessa história. Muito obrigada pelo feedback.

      Beijos e até mais!

      Excluir

Luna Literária • ONLINE DESDE 2017 Feito com amor por: Lariz Santana