24.5.19

Meu coração e outros buracos negros, de Jasmine Warga

Júlia Raquel
Foto: Luna literária

Meu coração e outros buracos negros
JASMINE WARGA
312 páginas
Jovem Adulto
Editora Rocco
Onde comprar? Amazon
Avaliação: 4🌟’s

Um tema amargo, mas necessário. Em Meu coração e outros buracos negros, a estreante Jasmine Warga apresenta aos leitores um romance adolescente que aborda, de forma aberta, honesta e emocionante, o suicídio. Aysel, a protagonista, enfrenta problemas com a família e os colegas de escola, como tantos jovens por aí, e, aos 16 anos, planeja acabar com a própria vida. Mas quando ela conhece Roman num site de suicídio, em busca de um cúmplice que a ajude a planejar a própria morte, num pacto desesperado, a vida dos dois literalmente vira de cabeça para baixo. Aos poucos, Aysel percebe que seu coração ainda é capaz de bater alegremente. E ela precisará lutar por sua vida, pela vida de Roman e pelo amor que os une, antes que seja tarde.

Aysel tem 16 anos e muitos problemas com os quais lidar. O pai está preso por um crime bárbaro, a mãe em uma nova família na qual ela não consegue se adaptar, a garota também não possui amigos na escola e todos a conhecem como a filha do assassino. Agora ela vive diariamente com o medo de ter herdado do pai o gene ruim que o transformou em um criminoso.

Já Roman é o garoto que aparenta ter tudo, uma boa família, amigos e está no time da escola. Porém, as aparências enganam. Por dentro o garoto está quebrado. Um acidente destruiu não apenas a própria vida, mas também a sua família.

O que os dois têm em comum? Acreditam que o suicídio pode ser a chave de tudo. Ao se tornarem parceiros de suicídio, ambos pensam que um lado ou outro irá ceder e desistir. Mas, o que eles não esperavam é que mesmo com todos os problemas do dia a dia, ainda é possível enxergar alegria nas pequenas coisas.

Ao longos das páginas também somos apresentados as famílias dos protagonistas. Os pais de Roman são super preocupados, já família de Aysel mal a nota. A garota está visivelmente passando por sérios problemas, porém ninguém se importa e ainda parecem ter medo da jovem.

É bem pesado ler todas essas páginas e saber que a tristeza consome as pessoas até o ponto de elas não conseguirem acreditar que existe uma saída. Os motivos de ambos os personagens são completamente diferentes, mas para cada um deles, é o necessário para o fim. Mesmo com um romance sendo desenvolvido ao longo dos capítulos, a lesma preta (como é chamado no livro) não os deixa e nem o amor se faz capaz de mostrar que viver é muito melhor.


“Qualquer um que já esteve triste de verdade pode dizer que não há nada de bonito, literário ou misterioso na depressão. Depressão é como um peso de que não se pode escapar. (...) A depressão faz parte de você, está nos ossos e no sangue”.

E ai, ficou curioso com a leitura? Você que já leu esse livro, concorda ou discorda?
Continue Lendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luna Literária • ONLINE DESDE 2017 Feito com amor por: Lariz Santana