21 janeiro 2020

Resenha: Um caso perdido, de Colleen Hoover (Hopeless)


Foto: Luna literária

Um caso perdido, Hopeless
COLLEEN HOOVER
384 páginas
Jovem adulto
Editora Galera Record

Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras...
 Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

Sky é uma jovem que foi privada pela mãe de conviver com toda a tecnologia que conhecemos. Celular? Ela não tem. Acesso a TV? Também não. Por isso não foi muito difícil se esquivar da opinião alheia. Ela está no último ano do ensino médio e não tem o que os adolescentes chamam de “uma boa reputação”. Em suma ela pega geral, mas diferente da maioria das pessoas, não se apega, não sente nada pelos os outros meninos.

Mas, isso muda quando ela conhece Holder. O garoto tem uma reputação ainda pior que a dela, pois foi acusado de cometer um crime e corre por ai que passou os últimos meses preso. Ambos se conhecem – de um jeito bem surreal, diga-se de passagem –, e logo já rola aquela química entre o casal.

“Não estou de coração partido e ainda não derramei uma lágrima sequer por causa de toda essa situação. Não consigo ficar de coração partido porque, por sorte, ainda não tinha dado a ele essa parte de mim. Mas não sou orgulhosa demais para admitir que estou um pouco triste com tudo isso, e sei que vou precisar de um tempo porque eu gostava muito, muito dele. Resumindo, estou bem. Um pouco triste e imensamente confusa, mas bem.”

Sim, eu sei o que você está pensando “mais um romance bobinho”. É e não é. Ao longo das páginas vamos descobrindo que Holder consegue despertar memórias antes quase que enterradas pela Sky. Descobrimos também mais sobre o passado de ambos e uma parcela bem grande de segredos, capazes de mudar completamente a vida dos personagens.

Eu adoro esse livro, a Colleen mais uma vez conseguiu me surpreender. Lembro-me de certa altura da leitura pensar, e registrar no Skoob, “nossa, acho que esse é o romance mais adolescente que já li dela”. Ah pobre de mim, me enganei completamente em pensar que esta seria apenas mais uma história qualquer.

Assim como em outras obras, CoHo nos faz questionar e pensar em mil possibilidades ao longo dessas páginas, para quando chegar ao fim: BUM!, surpresa. Ela não cansa dos plost twist e nós leitores caímos perfeitamente em todos eles. Muito importante para isso, é sua boa escrita, colocando as palavras nos lugares perfeitos, construindo todo um cenário e tornando este um livro impossível de largar.

“Um caso perdido”, ou simplesmente “Hopeless”, é emocionante, do tipo que vai te deixar com um nó na garganta e depois com aquela cara de choro. Há leveza, mesmo que por trás de uma história tão pesada. É esperança.

E aí, quem por aqui já leu essa obra? Me conta aqui nos comentários se ficou curiosa pela leitura 😊😘

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luna Literária • ONLINE DESDE 2016 Feito com amor por: Lariz Santana