10 junho 2020

Resenha: Sem você não é verão, de Jenny Han

Foto: Luna literária

Sem você não é verão
JENNY HAN
Trilogia Verão #2
240 páginas
Jovem Adulto
Editora Intrínseca
No ano passado, todos os sonhos de Belly se tornaram realidade e o pensamento de um verão sem a praia de Cousins ​​era inconcebível. Mas, como a ascensão e queda da maré do oceano, as coisas podem mudar - desse mesmo jeito. De repente, o tempo que ela sempre esperava é o que ela mais teme agora. E quando Jeremiah liga para dizer que Conrad desapareceu, Belly deve decidir como ela vai passar este verão: perseguindo o rapaz que ela ama, ou, finalmente, deixá-lo ir.
⚠️ Pode conter spoiler do primeiro livro – leia a resenha do primeiro volume da trilogia Verão na #jennyhanlunalit ⚠️.
Pela primeira vez Belly não está ansiosa pelo verão. Na verdade ela se quer deseja ir à Cousins Bech e o maior desejo é justamente que a estação mais quente do ano passe voando. A jovem está intertida em ter férias sem graça como todos os seus outros colegas e manter os pensamentos longe de Conrad. Mas, infelizmente, sentimentos não são assim fáceis de serem esquecidos.
Desde o término com o garoto ela não consegue se interessar por mais ninguém e tem a certeza que nunca irá. Conrad foi e sempre será o seu maior amor. Agora, ela precisa entender como seguir com a vida e aprender que nada nunca mais será como antes.
O que ela não contava era não ser a única pessoa sem rumo e sentindo falta de uma peça fundamental em toda essa história. Logo Belly irá descobrir que todos também estão enfrentando um turbilhão de novas emoções.
"Você acha que sabe o que é o amor, você acha que sabe o que é dor de verdade, mas não sabe. A gente não sabe nada".
Quando finalizei “O verão que mudou a minha vida” já fui logo correndo pegar a sequência. Estava muito curiosa para ler os desdobramentos de todos esses sentimentos adolescentes. O que eu não esperava era dar de cara com um enredo mais pesado, capaz até mesmo de me arrancar lágrimas! 😥

Em “Sem você não é verão” um grande acontecimento molda todos os eventos futuros e marcam profundamente esses personagens. Vamos acompanhar a fragilidade da amizade entre Belly, Conrad e Jeremiah, e entender mais sobre os sentimentos de Laurel, a mãe da protagonista e melhor amiga de Susannah.

Infelizmente foi com esses capítulos que a falta de empatia de Belly começou a me incomodar 😶. Mesmo em momentos delicados a jovem segue pensando somente em si mesma e mostrando como é uma adolescente mimada. Mas, como não desistimos assim fácil, e a leitura continuou bem gostosinha e seguimos para o último volume da trilogia.

E ai, qual a opinião de vocês que já leram essa história? Conta aqui nos comentários e vamos papear 😁.

Um comentário:

Luna Literária • ONLINE DESDE 2016 Feito com amor por: Lariz Santana