SLIDER

A garota do calendário: maio, de Audrey Carlan

  • 21.11.17

A garota do calendário: maio | Audrey Carlan | 144 páginas | Romance +18 | Editora Verus | Avaliação: ❤❤❤❤❤

*Lido em E-book, através do Kindle Unlimited

Mia Saunders vai viver novas aventuras no mês de maio. Dessa vez ela foi contratada para trabalhar como modelo no Havaí e ainda poderá levar a irmã e Ginelle para passar uma semana de férias na ilha paradisíaca.

Agora, você está pensando que a jovem não vai se envolver com ninguém, já que o cliente em si é um casal de fotógrafos. Porém, errou! Logo no primeiro encontro, Mia já fica caidinha por um dos modelos: Tai Niko. O envolvimento entre ambos é bem rápido, do tipo que em menos de duas horas já estão juntos.

Tai é um homem gigante, forte, corpo tatuado, sedutor e tem um apetite sexual maior que o da Mia. Sim, isso é possível! Há toda uma história envolvendo o personagem. Uma família grande, uma mãe que faz previsões e ele acredita com todas as forças que há uma alma gêmea o esperando. Será a Mia essa escolhida?

O mais legal dessa obra é o contato que temos com a cultura do Havaí, mas só isso. O livro é inteiramente sobre sexo. De todos os lidos até então, esse é o que mais tem cenas hot. Sim, eu sei que a proposta da série é exatamente essa, mas acredito que ficou um pouco forçado. Além disso, somos apresentados a mais pontos relacionados a vida de Maddy, por exemplo.

Um dos únicos motivos para eu não ter dado uma nota mais baixa, foi à relação de amizade construída entre Mia e Tai. Além disso, como eu já li o próximo volume, onde o havaiano faz uma participação bem importante, meu afeto pelo personagem acabou aumentando, e muito.

A escrita da Audrey Carlan continua a mesma, leve e gostosa. É mais um livro para você devorar as páginas em no máximo duas horas.

E ai, ficou curioso com a leitura de Maio? Leia todas as resenhas da série clicando aqui.

Follow my blog with Bloglovin

Frases e trechos de Cidade dos ossos

Hoje eu resolvi trazer alguns trechos favoritos de um livro bem legal: Cidade dos ossos.

Esse é o primeiro volume da série Instrumentos Mortais, que infelizmente eu acabei abandonando em Cidade das Cinzas. Preciso urgentemente voltar, pois tenho as continuações 🙈
A maioria das pessoas não chora quando está chateada ou assustada, mas quando está frustrada”.
As histórias que te contaram quando era pequena sobre monstros, pesadelos, lendas sussurradas em volta de fogueiras, são todas verdadeiras”.
As pessoas vêm e vão. Ninguém fica por muito tempo”
Se havia uma coisa que ela estava aprendendo com tudo isso era a facilidade com que é possível perder tudo aquilo que se pensa que será para sempre.”
Agora, me conte nos comentários: os trechos deixaram você curioso para com a leitura? Caso já conheça a obra, qual a sua opinião sobre?


Outra coisinha, vocês gostariam de ver a resenha desse livro por aqui?
Follow my blog with Bloglovin
Nenhum comentário

Vai lá e faz, de Tiago Mattos

  • 18.11.17

Vai lá e faz | Tiago Mattos | 320 páginas | Gênero empreendedorismo | Belas Letras | Avaliação: ❤❤❤❤

“Vai lá e faz” é uma obra feita para mostrar como é possível criar uma empresa do zero e ainda ser totalmente bem sucedida. O empreendedor é a pessoa certa para realizar decisões próprias e ser feliz com elas.

O livro traz diversas dicas, passo a passo, teorias e acima de tudo, incentivo para tirar as ideias do papel. Mas claro, com muito planejamento e cuidado.

O autor Tiago Mattos apresenta maneiras revolucionarias de como organizar a ideia, criar metas possíveis e interpretar feedbacks para fazer com que você cresça ainda mais. Ele mostra que não existe aquele papo de hora certa ou ideia perfeita, e sim que se deve planejar, experimentar e colocar em prática aquilo que tanto sonha. Aqui nada é impossível!

Com um leitura leve e cheia de informação, esse livro é para qualquer versão de você! Se está pensando em empreender ou já possui o próprio negócio, essa leitura é obrigatória. Uma dica importante é a seguinte: leia com calma, absorva todos os ensinamentos, observe a ilustrações e se você realmente quer abrir algo seu, faça anotações de tudo que julgar importante.


Boa leitura e sorte! 😊

Projeto Ler independentes

  • 17.11.17

Após a maratona de postagens do projeto Viva os nacionais, percebi que o espaço para os autores brasileiros, e independentes, em minha estante era pequeno. Foi por isso que resolvi fazer uma lista de alguns e-books, e também físicos, para realizar a leitura mensal.

Em novembro o escolhido foi Longe do paraíso da autora Juliana Dantas. A obra faz parte da trilogia intitulada Dark Paradise e todos os volumes estão disponíveis por meio do programa Kindle Unlimited.

Longe do paraíso vai abordar a história da Mia, uma garota de 17 anos que vê seu mundo virar de ponta cabeça. A jovem é obrigada a casar com o empresário Lukas Constantini.

O casamento é totalmente fachada, apenas com um único propósito: fazer com que o Lukas poça receber uma herança. Dois atores atuando em seus respectivos papéis. Apenas cinco anos e duas assinaturas selando um contrato.

Mas, o que pode acontecer quando sentimentos não programados se tornam grandes demais para serem controlados?

“Eu havia entrado em seu escritório pensando que sabia onde estava me metendo. Não estava aceitando um pedido de casamento, estava selando um contrato. Então ele me deu aquele maldito anel. E sorriu lindamente pra mim, fazendo meu pequeno mundo de certezas e aceitação virar uma bagunça.”

E ai, que tal embarcar nesse projeto de valorização aos autores nacionais junto comigo?


Se você gostou da premissa dessa obra, convido a participar de uma leitura conjunta. Vamos ler mais nacionais 💖

A garota do calendário: abril, de Audrey Carlan

  • 16.11.17

Novo mês, novo cliente. Dessa vez Mia desembarca em Boston para ser a acompanhante de um astro do beisebol. Novamente é aquela coisa, um homem podre de rico que poderia ter quem quisesse ao seu lado, mas precisa contratar alguém para isso.

A garota do calendário: abril | Audrey Carlan | 160 páginas | Gênero romance +18 | Editora Verus | Avaliação: ❤❤❤

*Lido em E-book, através do Kindle Unlimited

Mason Murphy precisa desesperadamente melhorar sua imagem. Os patrocinadores não quererem fechar contrato com alguém que é visto como irresponsável, que só se mete em confusão, vive rodeado por diversas mulheres e bebidas.

É exatamente para isso que Mia foi chamada. Ser a namorada do jogador, pousar para todas as fotos, ir às festas e não deixar o garoto passar dos limites. E tudo isso estava indo muito bem até ela perceber um romance no ar. E, aqui não estou falando entre o casal de mentira. Não! Há outra garota na jogada. Mia, que não consegue entender o próprio coração, vai atacar como cupido novamente. Resta saber, será que vai dar certo?

Abril possui uma leitura leve como os livros antecessores. Neste volume a autora traz a tona assuntos importante, como o câncer de mama. E, no quesito amor, os dilemas são extramente normais: medos e inseguranças de um novo relacionamento. É um livro para quem está procurando algo rápido, leve e sem muitos dramas. Um dos melhores da série até então.

E ai, ficou curioso com a leitura? Para ler a resenha dos meses anteriores, clique aqui.

Novembro 9, de Colleen Hoover

  • 15.11.17

Novembro 9 | Colleen Hoover | 352 páginas | Gênero romance | Editora Galera Record | Avaliação: 

Fallon conhece Ben em uma situação nada agradável: um jantar com o pai. O que você não sabe é que o relacionamento entre ambos é péssimo, baseado no fato que ele esqueceu a filha no andar de cima, no momento em que a casa estava em chamas. Se isso não bastasse, ele joga a todo o momento na cara da garota que ela não tem mais chance alguma de continuar na carreira de atriz, pois sua aparência não é mais a mesma.

É em um momento de total humilhação que o jovem Ben aparece na mesa do restaurante e diz ser o namorado da garota. Agora, imagine o pânico de um total desconhecido interferir assim na sua vida. Passado o susto, Fallon percebe a química que está no ar e resolve dar uma chance para conhecer o jovem escritor. É assim que o casal acaba passando todo o dia juntos.

Mas, o destino não é tão bom assim com as pessoas. Acontece que Fallon está de mudança para Nova York e o que resta desse encontro são apenas algumas horas. O medo de perder a oportunidade de uma chama de paixão, ou amizade, somado a curiosidade, é grande e eles prometem se reencontrar em todo o dia 9 de novembro pelos próximos cinco anos. Não há troca de telefones, e-mail ou qualquer tipo de contato. Apenas uma data, um local e um encontro.

Será que essa é uma boa ideia? Muita coisa pode mudar em 365 dias. Novas paixões, planos, amizades e até mesmo personalidades. O que será do casal nos próximos anos? Nessa história, o dia 9 de novembro é marcado pela ansiedade e o desejo do reencontro.

Esse foi o segundo livro que li da CoHo e após terminá-lo cheguei a conclusão: esse é o  melhor livro da autora. Na verdade, Confesse e todos os que ainda não li serão os melhores dela. Simplesmente não há favorito. As histórias são tocantes e marcantes. Você finaliza a leitura, mas ela não vai embora. Sua mente é casa e os pensamentos diálogos. CoHo vive em você por dias após o fim das páginas.

Prepare-se para uma leitura leve, divertida e recheada de drama. Os primeiros 50% da obra são tranquilos, mas com o passar das páginas algumas lágrimas começam a cair. Livro mais que recomendado!


Ficou curioso com a leitura? Me conte nos comentários!
Tecnologia do Blogger.
© Luna literária • Theme by Maira G.